terça-feira, 29 de maio de 2007

Operação faca cega

Sobre artigo de Narciso Mendes, publicado no jornal O Rio Branco.

5 comentários:

sandro ricardo disse...

Essa faca não será suficiente para rapar pelo bucho todos os envolvidos não. É muita gente, é 100%. Olha que eu tenho uma pequena noção dessa quantidade. Esse percentual, se não me falha a memória, representa mais ou menos TODOS, MAIS TODOS MEEEEESMO. Será necessário o diabo da Tasmânia prá rapar tudo isso. Seria melhor uma nova bomba de Hiroshima ou uma nova arca de "Nó...é". Vamos catalogar na FLORESTA quais "bichos" podem ser PERPEtuados, quem está predestinado a ser VITALÍCIO, e os que já não tem floresta mesmo, não tem casa, não tem emprego, não tem ônibus, não tem imprensa, não tem mais reserva, aqueles que já a muito tempo sem mandato, estão quase em extinção, porque são muitos latindo atrás de uma sombrinha da arvorizinha. Mais quem não tá?

sandro ricardo disse...

Só para você ver camarada Braga que quando não se estar "roendo" a rapadura a "chapa" não tem serventia. Esses dias estou lendo, um bom livro, sobre algumas argumentações de Sócrates e encontrei uma expressão que combina muito bem com essa histórinha que esta publicação comenta:
"Os homens afirmam que é bom cometer a injustiça e mal sofrê-la, mas que há mais mal em sofrê-la do que bem em cometê-la....É esta a origem e a essência da justiça:Situa-se entre o maior bem - cometer impunimente a injustiça - e o maior mal - sofrê-la quando se É INCAPAZ DE VINGANÇA."

Cartunista Braga disse...

O professor Sandro, ensina a maravilha da matemática pra seus alunos. Bem se vê que meu bom amigo não entende nada de "política", não é?

Cartunista Braga disse...

Professor Narciso, ensina pro Sandro, vai!

sandro ricardo disse...

sacaneou hein?
valeu!
Essa política eu não conhecço mesmo, mais também não faço empenho. Viu?